Raio: Desligado
Raio:
km Set radius for geolocation
Pesquisar

Marcel Cezar Nuvolari: O que eu espero de uma lavanderia?

Marcel Cezar Nuvolari: O que eu espero de uma lavanderia?

A terceirização é uma opção que permite ao gestor especializar as atividades meios e fixar o foco no operacional, tático e estratégico da atividade fim da organização. Na hotelaria hospitalar, a lavanderia é uma dessas atividades meios que podem ser terceirizadas. Porém, qual a opinião dos gestores da hotelaria hospitalar sobre a terceirização da lavanderia? estão satisfeitos? Insatisfeitos? Como avaliar? A revista Planeta Lavanderia vai entrevistar alguns gestores hoteleiros (hotéis e hospitais) sobre o tema: O que eu espero de uma lavanderia? e avaliar a percepção deste gestores sobre os serviços prestados e, principalmente, passar esta percepção para os gestores da lavanderia sobre como pensa o seu cliente. A terceirização é reversível? Existe este risco? Vamos conhecer a opinião dos grandes gestores do mercado hoteleiro e hospitalar. Para esta entrevista convidamos o coordenador de hotelaria do Hospital Moriah de São Paulo, Marcel Nuvolari para apresentar sua opinião.

untitled

 

Marcel Cezar Nuvolari

Graduado em Logística e pós graduado em Administração pela Fundação Getúlio Vargas – FGV – SP

 

PL: O que eu espero de uma lavanderia?

Marcel Nuvolari: Atendimento de excelência. O enxoval deve ser entregue no horário combinado, devidamente higienizado, empacotado e transportado adequadamente.

PL: Você terceiriza os serviços de lavanderia? Faz a locação do enxoval? Pra você, quais as vantagens da terceirização e da locação?

Marcel Nuvolari: Optamos pela terceirização dos serviços por ser uma alternativa mais adequada ao nosso modelo de gestão. Atualmente, não vemos vantagens na locação do enxoval.

PL: Numa avaliação para contratar a lavanderia, quais os critérios que você utilizaria na contratação? Experiência no mercado? Qualidade dos serviços? Atendimento? Referencias? Ou tem alguma forma específica?

“Os fatores são essenciais para escolhermos um enxoval de alto padrão são: conforto, beleza e durabilidade.”

Marcel Nuvolari: Levamos em conta a experiência de mercado, mas priorizamos as boas referências. Pesquisamos muito antes de fechar com a empresa que nos atende. Encontramos lavanderias que estão há muito tempo no mercado, porém os serviços oferecidos por elas não atendem ao padrão de qualidade exigido pelo Hospital Moriah.

 PL: Se fosse contratar a locação do enxoval, você escolherá o enxoval? Fica a escolha a critério da lavanderia?

Marcel Nuvolari: Não locamos o enxoval portanto não temos essa resposta.

Quais os critérios que você utilizará para escolher e definir o enxoval (dimensão, fibras, fios, gramatura etc)?

Marcel Nuvolari: O Hospital Moriah tem uma preocupação especial com a experiência dos pacientes durante a estada. Ao mesmo tempo, temos que equacionar os custos. Então, os fatores essenciais para escolhermos um enxoval de alto padrão são conforto, beleza e durabilidade.

PL: Para os funcionários, os critérios conforto pessoal e dignidade são avaliados? Os funcionários estão satisfeitos com a aparência?

Marcel Nuvolari: Nosso foco é proporcionar o bem-estar aos pacientes. Para conseguir isso temos que proporcionar o mesmo para os colaboradores. Nossos uniformes foram pensados com a participação dos funcionários e buscam antes de tudo, garantir o conforto sem prejuízo da apresentação pessoal adequada. Os colaboradores perceberam isso e estão satisfeitos.

PL: Qual o custo (em percentual) da lavanderia em relação ao faturamento do hospital (internação)?

Marcel Nuvolari: O Hospital Moriah foi inaugurado em etapas e ainda não estamos utilizando nossa capacidade total de internações. Nesse cenário, o custo atual é de aproximadamente 0,6% do faturamento.

PL: Qual o custo (em percentual) da lavanderia em relação a diária do hospital?

Marcel Nuvolari: Atualmente, corresponde a 3,7% de uma diária de internação.

PL: Você realiza auditorias de qualidade na lavanderia? Quais tipos? Qual a frequência?

Marcel Nuvolari: Sim, nossas auditorias são periódicas e acontecem a cada três meses.

PL: Você realiza auditorias e análises higiênico-sanitárias na lavanderia? Quais tipos? Qual a frequência? Quais os limites aceitáveis?

Marcel Nuvolari: Ainda não, porque estamos buscando um parceiro gabaritado para isso. Mas já incluímos o controle higiênico-sanitário no planejamento da qualidade do enxoval e vamos fazer um mapeamento e identificar os pontos críticos de controle.

PL: Para você a terceirização é reversível?

Marcel Nuvolari: Irreversível. Principalmente se levarmos em consideração aspectos importantes como espaço físico, logística, tecnologia e recursos humanos qualificados.

PL: Um conceito para a terceirização: Terceirizar é:

Marcel Nuvolari: Aproveitar a expertise de uma outra empresa para melhorar a performance e os resultados da empresa em que eu trabalho. Se o foco do hospital é promover a recuperação do paciênte com excelência, e ter o enxoval devidamente higienizado é um requisito para isso, é mais produtivo deixar essa tarefa para quem sabe fazer isso com maior competência.

PL: Como você classifica os serviços prestados pela lavanderia?

Marcel Nuvolari: Até o momento estamos satisfeitos com os serviços prestados. Nosso parceiro tem suprido as nossas necessidades.

PL: O que você não quer como resultados de uma lavanderia?

Marcel Nuvolari: Falta de qualidade nos serviço, ausência de diálogo, postura de desinteresse para atender as nossas necessidades e não cumprimento de acordos e metas.portal-7

Comentários (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com